sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Internet

Há 15 anos atrás não era qualquer um que tinha um computador em casa. Lá em casa o primeiro deles (um 486 dx4, 100mhz, 16mb RAM e HD 800 mb) chegou em 96. Naquela época, ter um computador não significava que você tinha acesso à internet: Só acessamos a rede depois que já havíamos transformado nosso 486 em um Pentium 200mhz! Pouco tempo depois eu já tinha minha própria conta de e-mail grátis: dudutricolor@bol.com.br (Tá rindo? É porque você não viu o nick que eu usava no chat da Uol...)


Daí em diante as coisas começaram a andar rápido demais. Antigamente eu usava o “cadê” para fazer pesquisa e os sites sempre tinham musiquinhas em midi, incrivelmente toscas, tocando ao fundo. A coisa foi engrenando, vieram ICQ, os blogs, os flogs e o revolucionário Orkut. Me lembro bem do segundo ano de faculdade, quando soube da novidade, e todos ficavam mendigando convites pra poder participar do site de relacionamentos.


O Wikipedia se tornou tão consagrado que no último ano da minha graduação tive aula de como usar artigos da enciclopédia livre em pesquisas. Já o Twitter fez tanto sucesso que a menininha de nome esquisito, celebridade twitteira, foi parar no Big Brother. Agora sou eu que quero ir pra um programa de TV usando o mais novo fenômeno da web: O Formspring.me.


O lance é sucesso absoluto. Uma amiga me apresentou o site, ainda esse mês, eu adorei e mostrei pra todo mundo, que adorou, se inscreveu e passou pra outros todos os mundos. A idéia do site é fazer perguntas para as pessoas. Isso. Só isso. Alguns usam para fazer perguntas de cunho sexual para as meninas sem se identificar, enquanto pessoas com cérebro usam pra se relacionar e conhecer melhor as pessoas. Eu, como não sou tarado mas também tenho minhas dúvidas sobre a existência do meu cérebro, uso pra ficar fazendo pergunta engraçadinha.


Se quiser saber minhas músicas preferidas, quanto eu calço ou a letra do hino do estado do Paraná, www.formspring.me/edugrelha . Se quiser saber alguma coisa sobre assuntos sérios, bem, aí eu acho melhor você procurar no google.

5 comentários:

Marina disse...

Vale xingar? ---> N-E-R-D-S!!!!!!!!

:)

Ana disse...

nossa, ta tudo muito high tech né? da até um pouco de medo...
outro dia joguei meu nome no google pra ver o que aparecia (parece que as empresas fazem isso antes de te contratar), só pra checar... não apareceu nada demais, fiquei alivida, rs
bjos

Marcella disse...

texto redondinho, gosto muito.
teve um começo, meio e fim bem sequencialmente elaborado.

só faltou meu nome ali. fui eu que te apresentei.
mas já superei isso.

beijo.

Cíntia Nones disse...

adoro muito o que vc escreve!
também gostaria de ser um fenômeno no formspring.me mas as pessoas com eu me relaciono não acharam divertido ficer me perguntando coisas... execto vc!

;*

FARINHAKI disse...

desculpa, não gostei!