quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

O mistério do pônei

Não havia razão para tal: Até então, o ambiente tinha um odor agradável e começou a hospedar pessoas que tomavam diversos banhos por dia. Pudera, naquele calor, só de olhar a foto de um cobertor, 7 morreram de hipertermia.

Todos lavados e cheirosos, as roupas secas dentro das malas e as molhadas no varal lá fora perto da churrasqueira que nunca existiu, mas nada, nada era capaz de tirar aquele cheiro de zebra do dormitório. Uns procuraram outros lugares pra dormir, outros foram procurados pra dormir em outros lugares, mas o cheiro continuava lá.

Eis que alguém sugeriu: Deve haver um pônei morando no armário. Houve quem duvidasse, mas em uma casa onde haviam sapos, pulgas, gatos e gorilas, um pônei seria apenas mais um participante do evento todo. Apesar do cheiro de zebra, todos entenderam que nenhuma zebra, quanto menos um cavalo, caberia dentro daquele armário. Mesmo que ninguém tivesse coragem de tirar a prova, a suposição havia virado uma verdade maior do que aquela era a casa da pegação: Havia um pônei morando no armário.

As pessoas começaram a conviver com aquilo, alguns tinham vontade de montar no dito pônei, mas se conformavam em dar seta na bicicletinha. Mas uma hora o dia de tirar o bicho de lá iria chegar. O dia chegou. Encorajado pela baianinha, que não parava de martelar minha cabeça, abri a porta que enclausurava o animal. O eqüino havia sumido e pouco dele sobrou, apenas o seu cheiro e uma garrafa pet, através do qual todos deduzimos: Hospedávamos um pônei alcoólatra.

8 comentários:

Tatiane disse...

Caracaaaa.Mandou muito bem!!

Puro LUXOOOOOOO

paula disse...

conformavam em dar seta na bicicletinha !! foii fodaa...kkkkk

Lucass disse...

ahauhauhauahuahuahuaa
GOOOORDÃO, GOOOORDÃO, GOOOORDÃO!!!!!
boaaa

FARINHAKI disse...

BOA!
porra gordo! até q enfim vc mandou bem!

Luciano disse...

hauhauhaaua....
Pônei: The Legend
... e a bicicletiiinha.... hmmm

keila lima disse...

"deve haver um ponei no armário"
Muito bom!

Tchesko disse...

Caralho Grelha,você tava dopado de chá de cogumelo quando escreveu isso, ÇÉRTO MANO??

Marina disse...

Arrasou! Adorei. =D