quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Cartão de crédito: Faça parte da galera!!!

Escute essa música do Mastercard abaixo antes de mais nada:




Escutou?

Antes de mais nada, gostaria de dizer que acho essa música simplesmente genial, um dos jingles mais bacanas que já ouvi, e com certeza um dos melhores nos últimos anos, tanto “mercadologicamente” falando quanto musicalmente. Pena que essa cançãozinha com uma letra tão bem feita e uma melodia tão legal não vai pagar as minhas contas.

Pois é, eles mostram para você que ter um cartão de crédito te fará um aventureiro, de espírito jovem e cheio de disposição, um cara que topa qualquer balada, e que pode até comprar serviços de povos que ainda não conhecem o papel moeda, mas já aceitam mastercard. Até aí, tudo certo: Mas eles ainda não contaram quem é que leva os espelhos para os índios depois que você passa o seu moderno cartão com chip ao alugar uma prancha pra surfar na pororoca.

Se você não sabia, sinto te desapontar, mas a conta quem paga é você, e o pior, com essa liberdade toda você não controla nada (Sabe daquela história de que todo bêbado é rico e coisa e tal...). Quando chega a sua fatura no fim do mês, você já começa a olhar na sua casa o que pode te render uns trocados no mercado livre (I miss you, Fender). Bem, nem todo mundo tem uma guitarra, um mega drive, uma esteira ou um fax velho sobrando pra vender, e o que resta é pagar o mínimo.

“Quem é da galera, deve pro Visa!”, esse sim deveria ser o apelo. Todos os jovens descolados (exceto os que estudaram medicina ou engenharia) que saem na noite e viajam com os amigos devem pro seu cartão de crédito. Pagar o mínimo ou ficar sem nenhum centavo após pagar sua fatura hoje em dia já é questão de status! Seria honesto e quem sabe até mais efetivo do que qualquer musiquinha de balão! Imagine o seguinte comercial: Uma menina gata e animada chega na fila do banco pra pagar sua fatura Mastercard, enquanto a caixa pergunta - “Vai pagar quanto???”. A menina, bronzeada e recém chegada de um feriado na praia, sorri e fala com empolgação - “Eu vou pagar o mínimo!!!”. Quem é que não queria ser uma pessoa bonita e com uma vida agitada como ela? E que jovem que pode pagar mais do que o mínimo? Clientes premium (com uma renda mensal acima de R$ 400,00) poderiam até ter um mínimo de apenas 5% do total da fatura!

Faça parte da galera que entrega seu salário todo pra operadora de cartões de crédito. Eu já faço, e você?

6 comentários:

Nata disse...

quem paga o mínimo é o máximooooooo!!!!!!!!
eu faço parte dessa galera !!!!

adoreiiiiiii

Luciano disse...

Índio Luciano não saber usar cartão de crédito!

Índio pagar com moedas "valiosas" e papel colorido de homem branco...

Se índio gostar de cartão de crédito, índio só paga vendendo o corpo.

Abraço!

Nina disse...

Filho, deve fazer uns 3 anos ou mais que eu fiz um exorcismo pessoal, reduzi meu limite do cartão de crédito e vivo feliz pagando a vista ou não comprando.
Sério, visa é coisa do demônio, hahaha;
Beijo

andrezza gomes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
andrezza gomes disse...

eu n devo nd p ninguem, a não ser 30 conto p uma amiga, mas logo faz 5 anos e a divida expira haha

m*.ella disse...

pq perdi tanto tempo sem voltar a visitar aqui?!

excelenteeeeee...

e vamos ser minimalistas! ieii.



beijo.